O amor e a graça de Deus.

O amor e a Graça de Deus Temos muito ouvido falar sobre o amor e a graça de Deus.Deus tem misericórdia, compaixão.E quantas pessoas usam essa ideia, essas palavras para permanecer em seus pecados? Elas dizem: “Deus é amor, Ele não vai me castigar, nem me lançar no inferno!”. Essas pessoas não tem nenhum discernimento espiritual. Não nasceram de Deus. Por isso, elas agem assim. Geralmente quando se fala da graça de Deus, vivo na graça e não na lei. Viver na graça é mais difícil, mas os crentes que não tem discernimento espiritual caem nisso, Deus é amor e misericórdia, é gracioso, mas é justiça também. Não podemos esquecer disso! Veja o que ele fala em Mateus 23.23 “ai de vós escribas e fariseus, hipócritas, por que dais o dízimo da hortelã e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da lei, que é a justiça, a misericórdia , a fé”. Esse é o tripé da fé em Deus, do caráter de Deus. A misericórdia, ou a fé, não vem primeiro, mas a justiça. Nós, seres humanos, somos as únicas criaturas de justiça. Dizem que o homem veio do macaco, mas ele não tem consciência de justiça. Ela é algo que nós cobramos. Até o diabo cobra justiça. Ele é injusto, mas cobra justiça. Todos querem seus direitos. Por causa da justiça de Deus, ele também se ira. Veja o que o apóstolo Paulo fala para os cristãos que vivem em Roma. Ora eles eram fiéis a Deus, ora não. Eles desenvolveram toda corrupção moral, e o apóstolo escrevendo para eles diz: “a ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela justiça.” Quer dizer: detêm o certo pelo incerto. Então, Deus se ira, porque Ele é justiça. Ele não pode aceitar que uma pessoa creia Nele e sirva a mentira que é do diabo. Então, alguns crentes dizem: “ ainda bem que não sou ímpio, não sou inútil a causa do Senhor”. Enquanto há desobediência as obras da carne. O apóstolo diz: “ ninguém vos engane com palavras vãs. Então, minha amiga, a ira de Deus paira sobre aquele que, mesmo sendo crentes, mesmo indo a igreja, mesmo sendo fiel a sua denominação, vivem na prática do adultério, da prosmicuidade. Você acha que Deus aceita esse tipo de gente? Você gostaria que seu filho o chamasse de pai, ou, mãe, mas ouvisse tudo que seus vizinhos dizem? Lógico que não! Assim também é Deus. Deus se ira e mantém sua ira sobre os rebeldes, sobre os filhos desobedientes. Meu amigo, veja o que foi dito lá em João 3-36: “ por isso, quem crê no filho tem a vida eterna, o que se mantém rebelde está sob a ira de Deus.” Você pode verificar que uma pessoa que diz crer em Jesus, é fiel dizimista, mas vive na promiscuidade, pesnsa que está agradando a Deus também. Não! Deus é justiça, compaixão e fé. Ele exige que manifestemos a nossa fé. Do contrário, estaremos sujeito a ira de Deus. Tem até ministério de louvor, a nossa vida já é um louvor. A coisa está tão esculhambada que as pessoas até inventam ministério de louvor. Não! Se você está desobedecendo, você está sob a ira de Deus. Não adianta você louvar, se você está sob a ira de Deu! Assim também acontece com muitos crentes. Enquanto eles vivem na obediência, mantêm sobre eles o amor de Deus, mas quando eles se tornam rebeldes, paira sobre eles a ira de Deus. E aí não tem amor, porque Deus é justiça. Quando eles dizem por aí “ o amor de Deus”, “ a justiça de Deus”, isso é apenas um discurso bom, que satisfaz o ego dos crentes, mas de nada adianta. Não adianta você ser dizimista e ofertante, se você é um mau - caráter que pratica aquilo que desagrada a Deus. QUE DEUS ABENÇOE A TODOS, EM NOME DE JESUS. Fonte: IURD