DESTINO FINAL

 DESTINO FINAL



É difícil encarar a morte. Especialmente quando não se tem certeza para onde vai a alma. Imagino quantos têm partido deste mundo sem esperança. Há relatos de gente que, à beira da morte, sentiu o terror do inferno. Mesmo assim, não se humilhou diante do Único que poderia lhe salvar: Jesus.

Gente que nunca se preocupou com o destino final da alma e que, naquele momento fatal, viveu o desespero da queda num precipício sem fim.

O mesmo não acontece com o justo. Ele pode até sofrer as dores físicas, mas jamais perde a convicção do destino de sua alma. Paradoxalmente, regozija-se no espírito que tenha chegado sua hora para entrar no gozo de seu Senhor.

Enquanto isso, os ímpios pensam ou perguntam: “Onde está o seu Deus que não o livra da morte?”.

A resposta vem do Alto, por meio do profeta:

"Perece o justo, e não há quem se impressione com isso; e os homens piedosos são arrebatados sem que alguém considere nesse fato; pois o justo é levado antes que venha o mal e entra na paz; descansam no seu leito os que andam em retidão." Isaías 57.1-2


-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

JPG Livros 728x90