Celular acaba com a relação a dois

        Celular acaba com a relação a dois

 Veja o que diz pesquisa britânica e aprenda a proteger seu tempo?

 

Na vida a dois existem dificuldades com as quais é preciso lidar diariamente para que não se transformem em entraves na relação. Muitos casamentos acabam porque o casal não entende ou não consegue enxergar esses pequenos problemas.

Entre eles está o fato de que muitas mulheres reclamam que seus parceiros preferem ficar utilizando seus celulares a passarem mais tempo com elas. De acordo com uma pesquisa recente divulgada pelo jornal britânico Daily Mail, o problema pode motivar até mesmo traições.

Quase metade das 6 mil mulheres entrevistadas (45%) admitiu que já traiu o companheiro por sentir-se em segundo plano por causa do celular. Outras afirmaram que o parceiro dava mais atenção ao telefone do que a elas, verificando mensagens durante as refeições, no meio de uma conversa importante ou até mesmo logo após o sexo.

Como agir?

Em uma postagem no blog Intellimen, o bispo Renato Cardoso afirma que muitos casais têm se distanciado, permitindo que outras pessoas e coisas fiquem entre eles. Para o bispo, o problema não acontece da noite para o dia, mas aos poucos.

“O próprio trabalho em si já toma bastante tempo das pessoas. Quem trabalha, tem amigos, tem colegas, tem clientes, e isso também toma tempo. Às vezes, é só uma amizade, você quer agradar o patrão em uma reunião, em uma festa. E você pode, pouco a pouco, se envolver com outras pessoas, não necessariamente ter um caso, o que pode acontecer também.”

Ele destaca que ainda há os familiares de cada um, que também requerem uma parte do tempo. “Com os poucos momentos que sobram, um não toma interesse pela vida do outro. Só há interesse na própria vida. A relação vai esfriando, já não há mais sexo. Quando você cria uma distância, qualquer coisa pode entrar e enfraquecer o casal.”

O antídoto

Porém, se existe o problema, também há soluções.  O bispo afirma que o casal precisa proteger o seu tempo. “O antídoto é vocês lembrarem que não importa o trabalho ou quantas pessoas vocês precisem atender por conta dele, mas a primeira pessoa na vida de vocês tem que ser o seu parceiro ou a parceira. Não pode haver distância. Vocês têm que estar juntos.”

Ele alerta sobre como é importante estabelecer umarelação de troca. “É preciso um tempo para ouvir o que está preocupando o parceiro, prestar atenção no outro e priorizar essa pessoa. Porque se você deixar a esposa de lado e colocar outras coisas em primeiro lugar, vai chegar um momento em que ela vai cansar. Isso pode acontecer com os melhores casais. Nenhum de vocês é mais importante que o outro. Os dois são importantes.”

 

folha universal