A prova do Templo de Salomão original

Encontrada mais uma prova do Templo de Salomão original

Placa de pedra com inscrições mostra planos para reforma do edifício

 

Um tablete de pedra com um texto gravado em língua fenícia, em posse de um colecionador anônimo, foi submetido à avaliação de autenticidade recentemente em Israel. Na placa (detalhe ao lado) estão descritos os planos do rei Joás para uma reforma do Templo de Salomão original, em Jerusalém – como narrado em 2 Reis 12.

No texto da pedra estão as instruções do rei aos sacerdotes quanto a recolherem dinheiro para o custeio da obra.

Os testes mostraram que a inscrição na pedra data do século 9 antes de Cristo (a.C.), o que realmente coincide com a época de Joás. Respingos de ouro fundido foram encontrados na superfície da peça, o que pode ser, segundo os especialistas, uma prova de que o objeto estava no Templo, que foi incendiado (ano 586 a.C.) – algumas decorações de paredes e acessórios tinham enfeites folheados no metal dourado, que se derreteu com o calor.

As circunstâncias do achado arqueológico não foram reveladas pelo Instituto Geológico de Israel, que divulgou a descoberta. Há especulações de que a peça tenha sido adquirida no mercado negro de antiguidades. Os testes prosseguem. Se confirmada a autenticidade da placa, ela poderá ser considerada uma das mais antigas provas de um relato bíblico já encontradas.

Fonte:arca universal